Seguidores

sábado, fevereiro 11, 2006

Xícara

Eu nem sempre fui uma xícara.
Houve uma época na minha vida quando
eu não passava de um monte de argila. Aí o meu Mestre pegou e
começou a me moldar e a me dar forma. Foi dolorido e implorei para
Ele parar, mas sorrindo Ele disse: "Ainda não!"

Ele então me colocou na roda de oleiro e fiquei rodando e rodando
ali. Fiquei tão enjoada que achei que não ia agüentar, mas Ele
finalmente me soltou. Justamente quando achei que ia sossegar, o meu
Mestre me colocou num forno. Nunca entendi por que Ele me queimou
daquele jeito. Gritei, berrei, implorando que parasse e me deixasse
sair dali. Pelo vidro na porta do forno eu conseguia ver só um
pouquinho o lado de fora, mas Ele, sorrindo, meneou a cabeça e
disse: "Ainda não!"

Finalmente foi me buscar e me tirou dali. "Ai, que alívio", pensei.
Mas, de repente, Ele me pegou e começou a lixar e escovar. Depois
pegou um pincel e começou a colocar mil e uma cores em mim. O cheiro
da tinta era tão forte que eu achei que fosse desmaiar. Implorei
para Ele parar, mas Ele continuou sorrindo e disse: "Ainda não!"
Depois de tudo isso Ele me colocou em outro forno. Este era muito
mais quente do que o primeiro. Eu sabia que ia sufocar. Implorei,
chorei, mas Ele apenas sorriu e disse: "Ainda não!"
Comecei a perder a esperança. Nunca ia sair dali. Não agüentava
mais. Era o fim. Decidi desistir. De repente a porta se abriu e o
Mestre disse: "Agora!"

Pegou-me nas mãos e me colocou numa prateleira para descansar.
Voltou um tempo depois, com um espelho e disse-me para dar uma
olhada. Quando me vi ali eu nem acreditava. "Puxa, que xícara mais
linda."

O Mestre então explicou-me: "Eu quero que você entenda que Eu sabia
que estava doendo quando a amassei e moldei. Sabia que a roda de
oleiro lhe deu enjôo. Mas se Eu a deixasse sozinha, você teria
secado e endurecido e nunca passaria de um monte de argila. Você não
teria personalidade própria."

"Eu sabia que o primeiro forno era quente, mas se não a tivesse
colocado ali, você teria rachado."
"Sabia que a incomodou quando a escovei e pintei, mas se não tivesse
feito isso, a sua vida seria sem graça." "Eu bem sabia como foi
difícil passar pelo segundo forno! Mas entenda, se Eu não a tivesse
colocado ali, você não teria agüentado as pressões da vida. A sua
força não teria durado, e você não teria sobrevivido por muito
tempo. "Está vendo, quando você achou que era difícil demais, Eu
ainda estava cuidando de você. Sempre soube o que você seria hoje.
Desde o primeiro dia em que coloquei a mão em você, Eu tinha em
mente o produto final!"


Achei este texto Maravilhoso, e bem sei que é assim mesmo que meu Mestre faz, somos como barro nas maos do Oleiro, Ele vai nos moldando, trabalhando em nós até que cheguemos a estatura de varão perfeito.
Ele nos prova pra nos aprovarmos depois, creio nisso.
Beijos meus amores e bom fim de semana.

Nenhum comentário:

 
//