Seguidores

quarta-feira, abril 19, 2006

Canto triste







CANTO TRISTE

O meu canto triste
Hoje desiste
De te chamar,
De procurar
A paz perdida,
De chorar
A despedida,
De esperar
Pela ilusão.
É frio o chão
Sem teus passos,
É vazio o espaço
Sem tua presença,
Dura existência
Sem teu sorriso.
Tudo de que preciso
Se foi contigo,
Ficou o castigo
De um amor antigo
Que acreditou,
Plantou raízes,
Driblou as crises,
Jurou: felizes
Para sempre,
E para sempre
Me deixou.
O meu canto triste
Que tu ouviste,
Mas com ouvido
De mercador,
Perdeu sentido,
Murchou na flor,
Tombou no outono,
Caiu no sono
E não acordou.
Morreu sozinho
Porque cantou
Até o fim
O meu amor,
E este amor
Só havia em mim.

Nenhum comentário:

 
//