Seguidores

quinta-feira, janeiro 25, 2007

A barata e minhas constatações!

( Começo avisando que minha tecla de espaço esta quebrada, um sufoco, so sorry)

Olá.
Esta semana , algo extremamente idiota aconteceu comigo, mas me fez ficar chorando por horas. Estava em casa me preparando pra fazer meu almoço, quando me deparo com ela, escondidinha num canto, me encarando , conseguia ver até um "risinho" em sua cara , parecia que queria dizer : -Vai me encarar??
Não sabia se gritava , corria , fiquei parada por alguns instantes, até que comecei a pular no lugar, gritar e chorar tudo ao mesmo tempo, e vi que não tinha nenhuma outra escolha, tinha que enfrentá-la, era eu ou ela, não poderia haver duas rainhas numa cozinha, então parti pro ataque.
Olhei a minha volta pra ver quais as armas dispunha; chinelo, sbp, vassoura, optei é claro por algo mais moderno, menos nojento : SBP.
Lá estava eu enfrentando minha arqui-inimiga a Barata, depois de muito produto, muitos gritos, eu venci.
Ela estava enfim, morta , ou quase, estava de barriga pra cima, quase arriada, mas as perninhas ainda se mexiam .
A agonia dela logo teve fim, a minha estava apenas começando.
Foi a partir deste episódio que fiquei super mal, triste, cheia de dúvidas, inseguranças e incertezas.
Eu estou só e tenho que matar baratas!
Matar baratas!
Estou só e tenho que chegar em casa e ver minha casa arrombada, tudo revirado, banheiros nojentamente usados e largados, minhas coisas foram levadas, minha cama parecendo que foi usada, minhas lingeries espalhadas pelo chão do quarto, tudo uma zona total e um grande medo de ainda ter alguém dentro de casa.
Eu estou só pra encarar os ladrões!
Estou só e tenho que acordar de madrugada com filho morrendo de falta de ar, ardendo em febre, tenho que me arrumar, arrumar os dois filhos, pq não posso sair com um e deixar o outro sozinho em casa, pedir um taxi e confiar que vem alguém decente e partir pra um hospital mais próximo.
Eu estou só pra encarar hospital de madrugada.
Estou só pra trocar lâmpadas, descobrir vazamento, passear com o cachorro, por o lixo pra fora, carregar sacola pesada da feira, empurrar carrinho no mercado, aguentando filho pedindo tudo o que vê pela frente, pra educar os filhos, pra impor limites, pra pegar no colo, pra ensinar a orar, ir a reuniões, a festas.
Eu estou só na hora de dormir, no meio da madrugada, na hora da tpm, quando dá um vontade de chorar e conversar, quando quero e preciso de um abraço, de um colo..
Eu estou só e quer saber eu Odeio isso.

( não eu não estou na tpm, heheheh)

Nenhum comentário:

 
//