Seguidores

terça-feira, junho 12, 2007

Fragmentos



Estava lendo o blog da Claudinha, onde ela fala sobre a infância e fiquei tentando recordar a minha , cheguei a uma triste conclusão, eu não tive ou não tenho memória, tem tão poucas coisas que me lembro, ahhh como fico triste com isso, meus irmãos menores lembram de coisas que eu deveria lembrar e nada, parece que não vivi com eles, tantas histórias, coisa estranha, não sou normal, se bem que ' de perto ninguém é normal', sempre disse meu amigo Caetano Emanuel Viana Teles Veloso.

Vamos as lembranças:


  • lembro que tirava as fraldas de manhã do meu irmão três anos mais novo que eu, quando tinha apenas 4 anos, também tomava toda a mamadeira dele, quando ele não queria, sentava no peniquinho um tempão antes dele usar, pra ficar quentinho;

  • tive meningite aos 4 anos, nem sei qual , uma bem forte, fiquei internada mais de uma semana no hospital, os médicos falaram que eu não sobreviveria, mas que se um milagre acontecesse eu certamente ficaria com graves sequelas, eu me lembro de muitas enfermeiras , de quantas e quantas vezes eu descia da cama vinha uma enfermeira ranzinza, e me colocava na cama novamente, lembro de outra tão boazinha, que conversava e me trazia de volta, lembro de olhar pela janela e ver muita chuva caindo, lembro do dia que tive alta, e vi um tio meu , agachado com os braços abertos me esperando;

  • lembro da minha primeira série, d. Beatriz minha professora, brava,vivia me colocando pra ficar em pé na sua mesa, porque eu falava muito, era uma tagarela ( ainda sou), todos os dias eu fazia lição lá;

  • lembro o quanto eu caia na rua, eu vivo até hoje levando tombos;

  • lembro muito da minha avó, do cheiro dela, dos bolos;

  • lembro da minha mãe dançando com a gente, ao som de Elis, The Platters entre outros;

  • lembro do pote de sorvete, que uma vez por mês meu avô vinha trazer pra nós comermos;
  • lembro do meu pai indo embora de casa quando eu tinha 10 anos;

  • lembro da minha primeira crise de bronquite no dia que meu pai foi embora de casa;

  • lembro que fiz primeira comunhão;

  • lembro do primeiro sutiã e da primeira menstruação;

  • lembro do nascimento do meu irmãozinho caçula;

  • lembro do meu primeiro beijo, da minha primeira paixão, aí então deixava de ser criança ...

Talvez uma das sequelas seja ter perdido a memória, heheheh

.-.-.-.-.-.-.

È dia dos namorados, a anos não estou namorando nesta data, quero um namorado, quero beijos, abraços, presentes e tudo o mais... e é urgente!

" se namorado eu tivesse todos os dias seriam dele ...."

.-.-.-.-.

Hoje falando com um amigo no msn, ele disse que ouviu essa música e achou minha cara, então me ofereceu, adorei. Obrigada, querido

Caminho das Águas
Maria Rita


Leva no teu bumbar, me leva

Leva que quero ver meu pai

Caminho bordado à fé, caminho das águas

Me leva que quero ver meu pai.

A barca segue seu rumo lenta,

Como quem já não quer mais chegar,

Como quem se acostumou no canto das águas,

Como quem já não quer mais voltar.

Os olhos da morena bonita,

Agüenta que tô chegando já

Na roda conta com o seu,

Ouvira zabumba

Me leva que quero ver meu pai.

Kisses

Nenhum comentário:

 
//