Seguidores

sexta-feira, setembro 12, 2008

Again



Essa cama está enorme, vazia e eu novamente com insônia.

Minha cabeça esta fervilhando, não consigo desligar.

Não bastasse os dias nublados, tive outra grande surpresa ruim a alguns dias, ai ai ai ...

Por outro lado, algumas coisas muito boas estão acontecendo ,afinal ninguém é de ferro, não é?

Voltei ao meu curso de pintura, então lembrei de vc , meu velho amigo Toshiba.

Em poucos dias escrevi várias poesias ,coisas que não fazia a muito tempo, aí vc meu Poeta ,me veio a mente, que saudades , volta a blogar, e a adoçar meus dias, com suas palavras .

As coisas na igreja estão demais, esse mês eu fiz toda a programação dos cultos, incluindo escolher pregadores, louvores e etc. Um grande desafio para mim, nunca havia feito nada parecido.

Deus me conduziu a uma moça na rua pela segunda vez e eu simplesmente ofereci um estudo bíblico a ela, que aceitou prontamente. Começo semana que vem.

Minha cunhada juntou-se a mim nas caminhadas, tem sido menos ruim, rsss.

A cada dia me apaixono mais pelos 'meus' adolescentes, dar aulas para eles, é muito bom, me renova, aprendo mais que ensino, como eles são sinceros, não têm vergonha de se expor, de perguntar e como sabem demonstrar os sentimentos, nos adultos devíamos aprender isso .

Melhor parar e tentar novamente dormir.

Lindo dia.

Beijos



FIZ UM POEMA


fiz um poema
sobre a emoção
que se perdeu sabe-se lá onde
em que folha branca
em que sarjeta esburacada
em que lufada de qual vento.
falava de você
da sua delicadeza
da sua beleza arrebatadora
dos seus traços
que a palma da minha mão
ousara tocar
(com essas mãos tão minhas)
falava da maciez do seu carinho
dos reflexos dos seus cabelos nos meus
dos abismos que se abriam entre nós
toda vez que pensávamos bem.
aquele poema
não existe mais
não resistiu sequer
às primeiras linhas.
sucumbiu
ao primeiro passar da borracha.
.
Poeta
.

Nenhum comentário:

 
//