Seguidores

segunda-feira, maio 09, 2011

Lembrando dele

Boa noite.

Houve um tempo em que só estive aqui por você.
Pra te ler, reler, comentar....
Depois desse tempo, ficou um grande 'hiato'
Ficou o vazio, a falta , saudade, o desejo que fervilhava dentro de mim, aos poucos desapareceu, juntamente com suas palavras , cuidados , gestos, foi-se os doces, os suculentos e ilícitos....
Restou a saudade e a imensa vontade de dizer que :
-Você faz falta, Moço.
Volta.
Para lembrar dele ....



PONTO PRAS MENINAS


não quis falar
nem sequer pensei no que havia
pra te dizer
porque ainda não sabia como
nem o que dizer.
tenho isso comigo
é meu jeito
é meu modo de ser
de intercalar tagarelices
com longos silêncios.

ouvi de mim os segredos que ousara sonhar
na mais crescente confusão de sentidos
como em qualquer outro momento
mas não compartilhei as idéias
só as sedes e fomes dos amores
das irisadas ilusões mais ousadas
(que não ousara revelar)
por isso me calei
por isso me retirei.

e minhas idéias quedaram-se como estradas
de uma via só
de ida sem vinda
como vontades sorrateiras
que preferi ocultar
como monólogo recitado
no mais completo ermo
para não se espalhar.

agora aplaudo minha decisão
de voltar
porque te conheci
tão cálida
tão sentida a beijos e doces
igualzinha ao que eras
mas
muito
muito melhor.

.

.
.
Vicente
 
 
 
SE TIVER... EU PREFIRO



se tiver macarronada com sabor de domingo
com pedaços de queijo parmesão e molho
e puder ser família
e recolher todos os cacos de sonhos em mim
desses que sempre quis ter
tive
mas não retive
por quebradiços que foram
eu prefiro.



Vicente

SONHO DA PELE


minha pele
sonha
seus toques morenos
repletos da imaginação
de
chuva
em dia de sol
de verão.



Vicente



SOLENE DESPEDIDA


houve o espanto e a compreensão
dos fatos inusitados
presentes
coisas
vividas noutros tempos
desconfortáveis
bailando entre o patético e o covarde.

coisas
alimentando ilusões descabidas
e espetáculos deprimentes
que sabem a ecos de solidões
que se tocam
que sabem a imagens de traições
que se criam.

fantasmas reais de um querer
que não se confirmou.

um “a gente se vê”
é suficiente para se despedir.
e partir.



Vicente




Linda noite.
Beijos

Nenhum comentário:

 
//